quarta-feira, 2 de junho de 2010

31º Receita: Arroz Havaiano - Havai


Ingredientes:
½ colher (chá) de sal
2 chávenas (chá) de água
2 colheres (sopa) de manteiga
½ chávena (chá) de cebola processada
¾ chávena (chá) de pimentão vermelho processado
2 chávena (chá) de polpa de abacaxi fresco
1 chávena (chá) de presunto processado
1 lata de ervilhas1 colher (sopa) de molho de soja
1 colher (chá) de gengibre triturado
Folhas de espinafre
Tiras de pimentão vermelho para decorar


Preparação:
Unte uma forma com um buraco no meio.Numa panela prepare o arroz com sal e água e noutra panela derreta a manteiga, acrescente a cebola e cozinhe até ficar transparente.
Acrescente o pimentão e o abacaxi e cozinhe mexendo até ficarem macias. Transfira para um pirex, acrescente o presunto, as ervilhas, o arroz pronto, o molho de soja e o gengibre. Misture delicadamente. Coloque na forma, nivele a superfície e pressione.
Desenforme num prato forrado com folhas de espinafre e decore com tiras de pimentão.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

30ª Receita: Crepes Chineses - China


Ingredientes:
1 cenoura média cortada
2 talos de aipo cortados em tiras finas
2 tomates médios sem sementes picados
3 colheres (sopa) de ervas frescas picadas (salsa, cebola verde e hortelã)
2 colheres (sopa) de azeite
8 folhas de papel de arroz
sal q.b
pimenta q.b

Preparação:
Misture numa tigela a cenoura com o aipo, os tomates, as ervas, o azeite, o sal e a pimenta. Reserve. Hidrate uma a uma as folhas de papel de arroz numa assadeira com água por 30 segundos. Abra-as numa superfície lisa, distribua o recheio e feche como um rolinho. Sirva em seguida e, se preferir, decore com nirá e acompanhe com molho teriyaki.

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Gastronomia Argentina


A Argentina nunca foi uma área muito povoada antes da chegada dos Europeus. Daí que não se possa falar de uma culinária indígena argentina. A culinária nacional deste país resulta, deste modo, dos hábitos alimentares dos europeus que, sobretudo a partir de 1880 começaram a chegar em massa: na Argentina são tão típicas as "pastas" italianas como os bifes. Mas o bife é, sem dúvida, um dos ícones da Argentina: é nas planícies argentinas (as Pampas), rodeadas pelos Andes, que se encontra o gado, tão famoso pela suavidade da sua carne. Mas na Argentina há também uma extensa costa, em que podemos encontrar uma enorme variedade de peixe, que nos é servido grelhado, frito, marinado ou cozinhado da forma mais bizarra que possamos imaginar. Empanadas, doces com recheios e todo o tipo de pastelaria à base de especiarias podem ser encontrados um pouco por toda a culinária regional Argentina. Mas os grelhados e, sobretudo, os churrascos (parrillas) são, sem dúvida os pratos tipicamente argentinos, acompanhados pelos variados molhos (picantes ou doces) e pães, já sem falar na mundialmente conhecida "ropa vieja" (roupa velha).

sexta-feira, 23 de abril de 2010

29ª Receita: Bolo de Maracujá - Brasil





Ingredientes:

Massa:

150 g de bolachas moídas
120 g de manteiga amolecida
3 colheres (sopa) de cajus picados.

Recheio:


2 chávenas de água
2 caixas de gelatina de limão
Sumo de 1/2 limão
1 lata de leite condensado
1 chávena de água fria
Sementes de 3 maracujás.

Cobertura:


Sementes de 2 maracujás
1/2 chávena de água
3 colheres (sopa) de açúcar
1/2 chávena de sumo de maracujá
1 colher (sopa) de maizena
Chantilly.


Preparação:


Coloque as bolachas moídas numa forma funda e misture a manteiga amolecida no microondas por 30 segundos. Junte os cajus picados e leve ao microondas por 2 a 3 minutos num prato alto invertido. Deixe arrefecer.


Recheio:


Coloque a água para aquecer no microondas por 3 a 5 minutos.
Misture a gelatina e mexa bem e depois coloque no liquidificador e junte o sumo de limão, o leite condensado e a água.
Retire e misture as sementes de maracujá, leve ao microondas por 3 a 5 minutos, deixe arrefecer um pouco e coloque sobre a massa já assada e fria.


Cobertura:


Misture os ingredientes e leve ao microondas por 1 a 3 minutos mexendo na metade da cozedura. Decore com chantilly batido.



28º Receita: Palha italina - Itália

Ingredientes:
1 lata de leite condensado
8colheres de sopa de chocolate em pó
1/2 colher de sopa de margarina
1 pacote de bolacha ou maisena


Preparação:
Pique as bolachas em pedacinhos pequenos e reserve. com o leite condensado, a margarina e o chocolate em pó faça um bolo de chocolate. assim que o bolo começar a soltar do fundo da panela, misture as bolachas.
Com o leite condensado, a margarina e o chocolate em pó, faça um brigadeiro
Assim que o brigadeiro começar a soltar do fundo da panela, misture a bolacha picada até formar uma massa.
Retire do fogo.
Unte uma bancada de mármore, ou alguma superfície lisa, com margarina e despeje essa massa.
Abra a massa, batendo com a palma das mãos.
Deixe arrefecer e corte em quadradinhos.

Gatronomia Brasileira pt.2


A culinária varia muito de região para região, sendo que, em muitas delas, o tipo de culinária foi determinado pela predominância de um ou outro tipo de imigrantes. No Sul reina a carne, e o churrasco é rei, servido em rodízio. No Sudeste, os Cariocas (Rio de Janeiro) têm como especialidade alguns pratos de porco, torresmos, bem como o uso de inhame, batata doce, abóbora, pimentas, feijão e amendoim, etc. Já a cozinha baiana tem 3 ingredientes principais: as malaguetas, o óleo de palma (dendê) e o leite de côco. A mandioca é usada com múltiplos fins, tanto como ingrediente principal do prato como como condimento. Em termos de pães e bolinhos, o mais conhecido no Brasil é o Pão de Queijo, feito à base de fécula de mandioca e queijo ralado, sendo especialmente apreciados nas regiões Centro-Oeste, Sudeste, e Sul do Brasil. A rica herança culinária portuguesa está bem patente no uso indiscriminado de ovos e açúcar, a que os escravos acrescentaram ingredientes próprios do país. Um bom exemplo disto é o Quindim, uma sobremesa feita à base de ovos, açúcar e côco ralado. Os brasileiros fazem um excelente uso da enorme variedade de frutos e sumos de frutas exóticos. No entanto, a bebida nacional brasileira é a cachaça (aguardente de cana), com a qual se prepara a famosa Caipirinha. Se quiséssemos fazer um mapa gastronómico do Brasil, este teria aproximadamente 9 regiões, com as suas especificidades, não obstante as inúmeras intersecções que se verificam.

segunda-feira, 15 de março de 2010

27ª Receita: Feijão branco com Sujuk (Sucuklu Kuru Fasulye) - Turquia

Ingredientes:
2 copos de feijão branco cozido
1 cebola
4 colheres de sopa de azeite
1/2 Sucuk/Sujuk ("Chouriço Turco")
1 colher de sopa de pasta de tomate

pimenta preta
pimenta vermelha
sal

Preparação:
Salteie a cebola finamente picada com o azeite. Corte o sujuk em fatias finas e adicione-o. Continue a saltear e junte a pasta de tomate, o sal e as especiarias. Acrescente o feijão e cubra com água. Cozinhe durante cerca de 15 minutos. Sirva quente.

domingo, 7 de março de 2010

Gastronomia Brasileira pt.1


A história culinária do Brasil confunde-se com a evolução histórica do país, que está presente em cada prato. Dos índios brasileiros a culinária do país absorveu o gosto pelas papas de milho, pela mandioca, pela batata doce, pelo uso de raízes de todo o tipo, por miolo de tronco de palmeira, e por espécie de caça e peça exóticas, bem como pelas carnes secas e fumeiro como métodos de conservação de determinados alimentos. A colonização do Brasil pelos portugueses trouxe para este país não apenas a riqueza da culinária portuguesa mas, sobretudo, hábitos e métodos culinários africanos que se mantêm até hoje. Foi assim que se tornaram tão populares no Brasil o café, os frutos secos e os pastéis e fritos, levados para o país pelos escravos africanos. Foi com eles que se começaram a usar o Dendê, as pimentas e o leite de côco na culinária. No século XIX, com a abolição da escravatura, o Brasil passou a receber imigrantes de todo o mundo, desde a Ásia ao Médio Oriente, passando pela Europa de Leste. Uma das influências mais importantes é, sem dúvida, a da culinária italiana, sem descurar, no entanto, a alemã ou mesmo a polaca. A cozinha brasileira é, em poucas palavras, o espelho da sua nação: multi-étnica e multifacetada, sempre inigualável!

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Gastronomia Mexicana


Falar da culinária mexicana é falar de grelhados, ou melhor, de "la Parilla", como dizem os mexicanos... A comida é um dos elementos fundamentais da cultura mexicana, pelo que a sua preparação e ingestão obedece a inúmeros rituais, como a posterior Siesta, por exemplo. A comida mexicana é rica em cores e sabores, além de muito variada, em virtude da diversidade regional e geográfica do país. As vilas e cidades ao longo da costa são famosas pelos pratos de marisco, ao passo que, no interior do país, são mais comuns os guisados, molhos complexos e todo o tipo de pratos à base de milho. Nas áreas mais desérticas, existe um tipo de culinária muito especial, com inúmeros pratos feitos à base de cactos. No México existem mais de 60 variedades de pimentos, o que faz deles, um dos principais ingredientes usados. A culinária mexicana é o resultado do intercâmbio entre as culturas indígena e a espanhola: Em todas as regiões há pratos típicos, que variam do Mole Poblano de Puebla, aos Huevos Rancheros de Sonora, passando pela Cochinita Pibil de Yucatan. Uma constante em todo o México são as tortilhas, assim como as Parillas, bem como os tão conhecidos burritos e tacos, que variam na forma, recheio e modo de preparação.

26ª Receita: Chili de Carne - México


Ingredientes:
2 colheres (sopa) de polpa de tomate
500 gramas de carne de vaca picada
25 gramas de margarina
100 ml de caldo de carne
Malaguetas vermelhas
50 ml de óleo
1 cebola
Sal


Preparação:
Levar ao fogo a margarina com o óleo, juntar a cebola picada e a carne. Deixar refogar até ficar desfeita, adicionar a polpa de tomate e o caldo de carne, temperar com sal e deixar cozinhar durante 10 minutos. Juntar as malaguetas e deixar cozinhar durante mais 10 minutos em lume brando. Retirar e retificar o tempero.


Nota:
Apesar do aspecto não perecer o melhor, o chili tem um sabor forte, ideal para quem gosta de comida picante e para quem gosta de desfrutar de uma boa refeição, sem gastar muito tempo (a receita demora aproximadamente 30-40 min. a fazer) e dinheiro, pois os ingredientes encontram-se facilmente em qualquer supermercado.

sábado, 13 de fevereiro de 2010

25ª Receita: Lagosta Com Mancarra - Cabo Verde


Ingredientes:
300 g de amendoim (mancarra)
1 dl de azeite
2 cebolas
1 lagosta
2 dentes de alho
sal
1 colher de chá de caril
1 bom tomate maduro
gindungo (piripiri)
5 dl de água.

Preparação:

Pise muito bem (o mais fino possível) a mancarra no almofariz e reserve. Corte a lagosta aos bocados e tempere com sal e piripiri. Leve ao lume num tacho o azeite com as cebolas e os dentes de alho picados. Deixe refogar até a cebola amolecer. Junte a lagosta e refoga-se mais um pouco. Entretanto misture a mancarra com o tomate pelado e sem grainhas e moído. Envolva muito bem e junte a água. Mexa bem e passe por um passador de rede. Junte o líquido adquirido na lagosta e rectifique os temperos. Tape o tacho e deixe apurar um pouco. Sirva acompanhada de arroz branco.


sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Gastronomia Americana pt.3


A região da Califórnia foi das poucas a desenvolver a sua própria culinária, em grande parte devido à tentativa feita, naquela região, de impedir que se copiasse a culinária europeia, prova de verdadeiro espírito patriótico. Ainda hoje, a culinária dita californiana, é sinónimo de utilização de alimentos da época e de produtos frescos. Não poderíamos terminar sem fazer referência ao Fast Food, ainda hoje conotado com a alimentação tipicamente americana. De facto, o American Way of Life, com o desenvolvimento de técnicas de congelação de alimentos, de microondas, e de todo um estilo de vida em que tempo é dinheiro, propiciou a proliferação deste tipo de alimentação.
Como disse um patriota americano anónimo: "o facto de não termos uma única culinária é sinal do quão democrata e etnicamente heterogéneo é o nosso povo, facto que, em última análise, nos torna grandiosos".

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

24º Receita:Calzone - Itália




Ingredientes do recheio: sal
orégãos
pimenta-do-reino moída
200 gramas de queijo mozzarela
200 gramas de presunto cozido
6 azeitonas verdes sem caroço
gema para pincelar
1 clara


Ingredientes da massa:

2 e ½ chavenas (chá) de farinha de trigo
¾ chavenas (chá) de água morna
2 colheres (sopa) de açúcar
½ colheres (sopa) de sal
2 colheres (sopa) de óleo
1 tablete de fermento para pão


Preparação da massa:
Misturar a água com o fermento e deixar descansar 1 minuto. Adicionar o açúcar, o sal, o óleo e uma chávena e meia de farinha de trigo. Misturar, bater bem a massa e deixar crescer por 30 minutos. Juntar a chávena de farinha de trigo restante e misturar e até formar uma massa lisa e homogênea. Dividir a massa em 10 pedaços e abrir cada um sobre uma superfície polvilhada com farinha de trigo, até obter um círculo de 15 cm de diâmetro.


Preparação do recheio:

Ralar o queijo, cortar o presunto em cubos de 3 cm e picar as azeitonas. Acrescentar o queijo, o presunto, as azeitonas e a clara. Salpicar orégaos, sal e pimenta a gosto e misturar. Colocar um pouco do recheio sobre os círculos, usando metade da área. Dobrar e fechar pressionando as bordas. Pincelar com a gema batida, colocar numa assadeira untada e assar no forno a 200ºC, por 30 minutos ou até que dourem.

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

23ª Receita: Döner Kebab - Turquia



Ingredientes para o Döner Kebab:
1/2 kg de pernil de cordeiro / carneiro
50 g de pimenta preta
2 tomates médios
3 dentes de alho
Sal
1 cebola
1 chávena de azeite
3 colheres de sopa homus (pasta de grão de bico)


Ingredientes para o molho de iogurte:
1 cebola grande
3 dentes de alho grandes ou 1 colher sopa de pasta de alho
500 g de iogurte natural sem sabor
Sal, pimenta síria e pimenta verde doce



Preparação do Döner Kebab:
Deixe o pernil de cordeiro/carneiro em "Banho Maria" no mínimo 12 horas com a pimenta, o azeite, o alho e o sal
Depois disto, asse durante aproximadamente 2 horas em fogo médio
Desfie a carne em pedaços médios, refogue com a cebola e o tomate, tudo cortado em cubos ou em tiras, na própria assadeira, para apurar bem os temperos
Reserve



Preparação do molho de iogurte:
Corte a cebola em cubos pequenos, misture com o alho, e deixe alourar;
Adicione o iogurte e os demais ingredientes, misture bem e deixe esfriar ;
Depois é só fazer uma espécie de sanduíche com pão pita (pão típico turco;
Para acompanhar utilize folhas de alface.


quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Gastronomia Americana pt.2


A simplicidade da culinária do Nordeste Americano reflecte uma profunda influência da culinária inglesa, ao passo que no Sul se denota a presença das antigas colónias de negros, escravos que trabalhavam nas produções de algodão (um bom exemplo disso são a galinha frita (Fried Ckicken), os fumeiros da região da Virgínia ou mesmo o Bacon). Mais a norte, na região das Carolinas (do Norte e do Sul), a base da alimentação é o arroz, presente no Hoppin John e no Charleston Red Rice. No Lousiana existem duas cozinhas famosas, a Creoula e a Cajun, de influência francesa, com muitos pratos à base de arroz e de frutos do mar, e também de influência Espanhola, Africana e Caribenha, em virtude do seu percurso histórico. No Sul dos EUA encontramos muitas influências da América Latina, sobretudo ao nível dos chilles, tortilhas, guacamoles e do uso indiscriminado de tomate na confecção de pratos culinários, o que também se verifica no Sudeste e Sudoeste. Nestas zonas é também muito vulgar encontrar-se o porco e a carne de vaca, mas o uso deste tipo de ingredientes tem uma origem espanhola, e não dos povos nativos da América Latina. Já no Centro-Oeste foi mais forte a influência alemã, que tornou, por exemplo, o Milwaukee, na capital nacional da cerveja. Mas nenhum povo influenciou tanto a culinária americana como os italianos, que começaram a chegar ao Novo Mundo em princípios do século XIX.

22ª Receita: Burritos - México


Ingredientes:
250 g de feijão encarnado.
30 g de manteiga
2 cebolas grandes
250 g de carne picada.
1 dl de polpa de tomate,
1 colher de café de cominhos
1 piripiri
8 crepes,
40 g de queijo ralado


Preparação:
Ponha de molho, 250g de feijão encarnado. Depois de demolhado, coza-o na mesma água.
Derreta 30g de manteiga e junte 2 cebolas grandes picadas, deixe alourar e junte 250g de carne picada. Deixe alourar também.
Adicione 1dl de polpa de tomate, 1 colher de café de cominhos e 1 piripiri (aberto ao meio e sem sementes). Junte os feijões cozidos e escorridos e 1,5dl da água da sua cozedura. Deixe cozer e apurar.
Prepare 8 crepes e recheie-os com o preparado de feijão.
Enrole e disponha-os num prato que possa ir ao forno.
Espalhe sobre os crepes 40 g de queijo ralado.


Dicas/Notas:
A esta receita podem ser adicionados mais ingredientes, os que aqui constam são os básicos presentes no burrito típico mexicano, podendo juntar-se por exemplo folhas de alface, milho, etc.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

21ª Receita: Amêijoas com leite de côco - Moçambique


Ingredientes:
5 kg de amêijoas 1 côco
4 tomates cortados 2 cebolas cortadas
2 dentes de alho picados
3 colheres de sopa de óleo
sal e piri-piri


Preparação:
Lave bem as amêijoas e coza com água até abrirem. Coe a água e reserve-a. Deite fora as amêijoas que não se abriram e retire-as das conchas. Refogue a cebola e o alho até alourarem. Adicione o tomate e deixe ferver lentamente por alguns minutos. Adicione as amêijoas, a sua água, leite de coco, sal e piri-piri. Deixe ferver em lume brando e sirva com arroz branco.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Gatronomia Americana pt.1


A culinária dos EUA nunca poderia ser caracterizada como um todo, dadas as divisões e variedade intrínsecas desta União de Estados. Assim, se quisessemos descrever sumariamente esta culinária, duas palavras seriam as mais indicadas: regionalismo e diversidade. Existe apenas uma verdade absoluta no que respeita à gastronomia americana, o facto desta reflectir a origem daqueles que fundaram o país. Assim, a culinária americana acaba por ser um conjunto (adaptado) de muitas culinárias mundiais. A gastronomia americana é, de costa a costa, verdadeiramente deliciosa. Muito antes dos europeus chegarem ao Novo Mundo, já a alimentação dos índios americanos se baseava em três ingredientes principais, que se mantêm um pouco por todo o lado até aos dias de hoje: milho, feijão e abóbora. A sua importância mantem-se um pouco por todo o país, sob a forma de Grits (de aveia), pão de milho e Hoppin John no Sul, de Tortillas e Pinto Beans no Sudoeste, de Feijões Cozidos e Succotash no Nordeste, e da Tarte de Abóbora (Pumkin Pie) em todo o país por altura do Thanksgiving. Muitas das mais duradouras influências foram trazidas pelos escravos africanos. É graças a eles que são hoje tão populares os churrascos e grelhados, os fritos e a utilização de legumes variados como acompanhamentos, além dos molhos condimentados. As culinárias das diferentes regiões dos Estados Unidos foram verdadeiras adaptações dos hábitos alimentares dos países de origem dos imigrantes às condições geo-climáticas específicas de cada região dos EUA.

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Olá a todos! :)

Como Ano Novo é "sinónimo" de vida nova, isto é de mudança, o nosso grupo tem a ambição de ser melhor em todos os aspectos, e como grupo, ser os melhores no nosso projecto, dedicando-nos a ele de corpo e alma.
Por isso não podíamos esquecer o nosso blogue e quem o visita, visto que, são uma parte importante do nosso projecto. Então sempre que publicarmos novas mensagens tentaremos dar uma maior informação sobre as receitas, e esclarece-las, adicionando videos que demonstrem como as fazer, ou a história do prato em questão para uma maior cultura geral.
Se mesmo assim ainda for necessário outro tipo de esclarecimento em relação a alguma receita, ou se quiser dar alguma opinião sobre algum prato, entre outras coisas, pode fazê-lo, enviando para o e-mail do grupo que é:
grupo.e.12n_eseq@hotmail.com.
Queremos contribuir para uma maior variedade gastronómica e para o bem estar de toda a gente, portanto, DISPONHAM SEMPRE QUE QUISEREM! :)
AGRADECEMOS muito a todos aqueles que fazem com que este grupo goste cada vez mais do seu projecto, e que contribuem para a realização deste mesmo projecto, porque sem voces nada disto seria possivel! :)

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

20ª Receita: Sonhos (Portugal)




Ingredientes:

125 ml de leite;
125 ml de água;
50g de margarina;
1 casca de limão;
Uma pitada de sal fino;
150 g de farinha;
4 ovos inteiros;
Óleo para fritar;
Açúcar;
Canela em pó;


Preparação:
Ferva o leite com o óleo, a casca de limão e o sal e a margarina. De uma vez só adicione a farinha e, com uma colher de pau, misture até que a massa se descole do recipiente.Depois de arrefecer, acrescente os ovos inteiros, um a um.Mexa bem. Na frigideira, já com o óleo quente, coloque colheradas de massa, fritando de ambos os lados. Retire e escorra.Antes de servir, polvilhe com açúcar e canela.




Curiosidade...

Ocorreu um erro neste dispositivo